Entenda as causas da Artrose no Ombro e descubra como tratar

mulher idosa com dores no ombro e sofrendo por causa da artrose no ombro

Quando falamos em artrose no ombro ou em qualquer outra articulação, muita gente logo pensa que essa, é uma doença exclusiva de pessoas mais idosas. Mas não é bem assim. Realmente o desgaste da articulação, é mais comum na terceira idade. Mas, esse tipo de patologia pode acometer pessoas mais jovens também.

Leia esse artigo até o fim, para saber como identificar o problema,  entender as causas e avaliar as opções de tratamentos. 

O que é Artrose no Ombro

Infelizmente, essa patologia pode limitar bastante a movimentação da articulação e causar dor intensa. A artrose, nada mais é, que um desgaste da articulação. Diferente da artrite, que é uma inflamação. Muita gente confunde, achando que essa duas patologias são a mesma coisa.

Apesar de serem problemas diferentes, essas duas doenças podem ocorrer ao mesmo tempo e se fundir. Esse quadro é chamado Osteoartrite. 

A artrose do ombro pode acontecer basicamente por duas causas. As primárias e as secundários.

Mão de médico tocando o ombro de uma paciente com artrose no ombro

Causa Primária da Artrose

Geralmente, a causa primária é a degeneração. Nesse tipo, a artrose é realmente considerada a doença do idoso. Pois o desgaste na cartilagem da articulação, ocorre devido o envelhecimento da pessoa. 

Com o passar dos anos, o uso constante da articulação vai causar atrito entre os ossos. Isso pode levar a incapacitação de movimento, não só pela dor, mas sim pela limitação do próprio movimento ósseo.

Causas Secundária da Artrose

Esse conjunto de causas englobam mais fatores como:

* Doenças reumatológicas como gota e artrite reumatoide

* Doenças autoimunes como lúpus 

* Distúrbios hormonais

* Traumas como fraturas mal consolidadas e cirurgias mal sucedidas

Mesmo não sendo as mais comuns, essas causas secundárias da artrose podem contribuir para o surgimento da doença em pessoas mais jovens. 

Identificar apenas pelos sintomas, se você tem artrose no ombro, não é tão simples. Isso porque, a dor é o primeiro sinal de grande parte das lesões articulares. A grande diferença da artrose, é que ela causa uma limitação intensa de movimento em um quadro mais avançado.

Evolução da Doença

Primeiramente, a artrose no ombro começa com uma lesão da cartilagem, que é um tecido resistente e flexível que protege a articulação do contato direto de osso com osso. No caso do ombro, a cartilagem reveste a glenóide, a cavidade que é o encaixe do ombro, e a cabeça do úmero, o osso do braço. 

Enquanto essa cartilagem está nova e bem hidratada, a articulação funciona perfeitamente. Mas, a partir do momento que começa o desgaste dessa região e um maior contato dos ossos, a cartilagem começa ser danificada.

Nesse quadro inicial da artrose no ombro, pode surgir a dor por conta do desgaste da cartilagem. Mas, a pessoa ainda não mostra limitação na movimentação.

Em um segundo momento, após a evolução da doença, a pessoa começa sentir um desconforto que chamamos de crepitação. São rangidos e estalos como se tivesse areia no ombro. 

E cada vez mais esse fenômeno aumenta e o paciente pode começar a notar um pouco de limitação na movimentação do ombro.

Levando em conta essa progressão da doença, o que o médico ortopedista deve fazer, é aumentar a sobrevida da cartilagem mantendo ela mais saudável e, desse modo, diminuir o avanço da artrose.

Tratamentos para Artrose no Ombro

Para aplicar a modalidade mais adequada de tratamento, o médico deve realizar uma avaliação física para checar a mobilidade e o nível de dor do paciente. 

Após isso, deve ser realizado de exames de imagem. Raio x para checar o nível de aproximação de um osso com o outro, que é mais um indício de artrose no ombro. E uma ressonância para avaliar as condições da cartilagem e graduar a lesão naquele momento.

Depois da confirmação do diagnóstico e da classificação do nível da lesão, podemos iniciar os tratamentos.

Fisioterapia

Em um primeiro momento, a fisioterapia é muito bem vinda para o alívio da dor, fortalecimento muscular e articular. Se não for observada nenhuma melhora, outros tipos de tratamento podem ajudar como:

Aplicação de Ácido Hialurônico

Que consiste em infiltrações com esse medicamento que faz parte do líquido sinovial, natural do seu corpo, que “lubrifica” a cartilagem. O Ácido Hialurônico vai agir como se fosse um “suplemento” da sua cartilagem.

Caso o quadro da artrose no ombro esteja em um grau muito avançado, e as aplicações do medicamento não ajudarem no alívio da dor e na sobrevida da articulação, a cirurgia pode ser necessária.

Cirurgia

No caso da articulação do ombro, existem diversos tipos de próteses que podem ser usadas, como uma prótese total, parcial e prótese reversa. Cada caso deve ser analisado de forma personalizada para que a melhor opção seja escolhida.

Essas próteses têm como função, basicamente, substituir toda ou apenas uma parte da sua articulação. A grosso modo, o osso é desgastado é retirado e substituído por um osso metálico. Se bem sucedida, esse tipo de cirurgia deve cessar com a dor do paciente. Já o ganho de movimento dependerá da qualidade muscular e de uma reabilitação de qualidade.  Mas sabendo de antemão que alguma limitação de movimento é aguardada pelo próprio mecanismo de funcionamento da prótese. 

Por isso, a prevenção é essencial para que o paciente não chegue ao ponto de precisar se submeter a um tratamento cirúrgico dessa magnitude.

Idosa feliz, fazendo sinal de joia com o polegar depois de fazer um tratamento para artrose no ombro

Prevenção

É importante dizer que, as articulações de carga tem mais chances de serem acometidas pela artrose, como joelho, quadril e coluna. 

Procure não sobrecarregar nenhuma articulação por longos períodos de tempo e faça exercícios, de acordo com a sua capacidade física, para fortalecer a musculatura em volta dessas articulações.

Uma alimentação balanceada também previne o surgimento de artrose. Procure um profissional da Nutrição para que uma dieta anti inflamatória seja prescrita. 

E não demore para procurar ajuda médica em caso de dor recorrente em qualquer articulação do corpo. Quanto antes o tratamento começar, melhor e mais rápido será o resultado.

Se você ficou com alguma dúvida e desconfia que pode sofrer de uma lesão em alguma articulação, solicite um contato comigo e agende uma consulta.

Botão de contato
Dr. Carlos Macedo

Dr. Carlos Macedo

Sou especialista em Ortopedia e Traumatologia com mais de 10 anos de experiência nas áreas de Cirurgia de Ombro e Cotovelo e no Tratamento por Ondas de Choque.

Deixe um comentário

Sobre

Dr. Carlos Macedo

Dr. Carlos Macedo

Sou especialista em Ortopedia e Traumatologia com mais de 10 anos de experiência nas áreas de Cirurgia de Ombro e Cotovelo e no Tratamento por Ondas de Choque.

Posts Recentes

Me Acompanhe

Use os botões abaixo para conhecer um pouco mais sobre o Dr. Carlos Macedo.

Copyright © 2019. Criado e Abastecido por Equipe Howeb